sexta-feira, 29 de julho de 2011

Líder coach: ele existe?

É vital o líder oferecer desafios aos seus colaboradores, permitindo, assim,
que os mesmos estimulem sua motivação

 Foi-se o tempo em que contar com um líder eficiente dentro das organizações era sinônimo de resultados satisfatórios.
Com o aquecimento do mercado e os mais variados problemas de gestão, ser um líder não é mais diferencial para o profissional. É preciso obter o melhor resultado de todas as pessoas envolvidas na cadeia produtiva das organizações.

terça-feira, 26 de julho de 2011

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Camisetas

Objetivo: Conhecimento mútuo e levantamento da realidade.

Material: Alfinetes ou fita adesiva, pincéis ou canetas, folhas de jornal e tesoura.

Desenvolvimento: Cada participante pega uma meia folha de jornal, rasga ou corta as pontas de cima no formato de camiseta.
Escreva na camiseta de jornal. O seu nome, que trabalho faz. Onde trabalha, se gosta ou não do trabalho. Pode dar as seguintes orientações: escreva ou desenhe algo que caracterize sua vida de trabalhador.
Prega-se a camiseta no corpo e circula pela sala para cada um ler o que outro escreveu ou desenhou.

Charge da Semana

Os piores erros na gestão de equipes

O gestor de uma micro e pequena empresa é peça fundamental para o bom andamento de um negócio. Esse profissional precisa motivar e estimular funcionários, colaboradores e fornecedores a alavancar resultados satisfatórios para o negócio.

Entretanto não é simples liderar pessoas e mesmo assim respeitar as habilidades de cada uma delas.

O portal Santander Empreendedor reuniu os 10 erros que os gestores costumam cometer na hora de comandar suas equipes:

5 passos para ser um líder de sucesso


Confiras dicas de um especialista para liderar seu negócio com maior eficiência.

Todo negócio precisa de um bom líder para prosperar. Delegar tarefas, manter os funcionários motivados e servir de exemplo para a equipe estão entre as funções de quem comanda um empreendimento.
“As lideranças exercem papel fundamental na criação de um ambiente propício à inovação, aperfeiçoamento e aprendizado constantes”, destaca Jairo Martins, superintendente-geral da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).
Confira a seguir cinco passos para se tornar um líder de sucesso: 

quinta-feira, 21 de julho de 2011

A internet livre da geração Y

Nos últimos tempos, ocorrem constantes e intensos debates na sociedade sobre o uso da Internet de forma livre em todos os ambientes, principalmente o uso das redes sociais.
Em muitos destes debates, já se observa que as redes sociais não são apenas mais um brinquedo da moda ou um videogame que os jovens usam para se divertir. É fácil constatar que, para os jovens, a transparência nas informações e a liberdade de acesso às mesmas são extremamente relevantes.

"On the road" - Uma nova geração de líderes


O planejamento estratégico clássico rompeu. Ninguém sabia da velocidade da adoção da net, ou contava que a maior companhia de engenharia genética do planeta fosse também pesquisar sementes convencionais. A dialética irrompeu como um meteoro sobre todos os telhados do globo, colocando no mesmo nivel ricos, famosos, falsários, altruistas, egoistas e o ” bop “( base of the pyramid ).

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Decisões Precipitadas


FALAMOS DEMAIS, OUVIMOS DE MENOS! DISCUTIMOS MUITO, DIALOGAMOS POUCO ETOMAMOS DECISÕES PRECIPITADAS EM NOSSAS VIDAS. 

"Seja  pronto para ouvir, tardio para falar e mais tardio ainda para irar-se.."  

Cartaz


OBJETIVOS: Favorecer a desibinição, aprofundar o conhecimento entre os membros do grupo e estimular a criatividade.

MATERIAL: Papel e lápis (podem ser lápis coloridos).

PROCESSO: Distribuir papel e lápis para cada participante do grupo, que estará posicionado em círculo.
Orientar que cada pessoa deverá fazer um desenho – qualquer desenho – que represente algo de si. Não importa que não se saiba desenhar; deve ser bastante espontâneo.
Marcar um tempo de dez minutos para cada um confeccionar o seu cartaz
Uma vez concluídos os cartazes, casa pessoa deve sair do seu lugar, mostrar o cartaz, de forma visível, aos demais membros do grupo e proceder a sua apresentação, nome e explicação do desenho.

Rotatividade e Absenteísmo de Pessoal



Rotatividade: Chiavenato (1999) define e relaciona mercados de trabalho e mercado de recursos humanos. Aborda a rotatividade de pessoal como uma despesa que pode ser evitada se houver mais critério e atenção na seleção de mão-de-obra.


Rotatividade: Chiavenato (1999) define e relaciona mercados de trabalho e mercado de recursos humanos. Aborda a rotatividade de pessoal como uma despesa que pode ser evitada se houver mais critério e atenção na seleção de mão-de-obra. A rotatividade alta reflete na produção, no clima organizacional, relacionamento interpessoal. O autor alerta que para combater a rotatividade é preciso detectar as causas e determinantes. A rotatividade de recursos humanos ou turnover é um dos aspectos mais importantes da dinâmica organizacional.

Charge da Semana

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Networking: Amplie seu circulo de influência

“Achar caminhos para se aproximar de todos na unidade. Lutar para que as pessoas se sintam importantes, fazendo parte de alguma coisa maior do que elas próprias” – Colin Powell
Profissional: “Eu tenho uma experiência muito boa, minha formação é excelente, meu currículo é impecável mas não encontro uma boa oportunidade de trabalho ! O que será que está faltando ?”
Resposta: NETWORK!



Afinal o que é fazer Networking? É estabelecer uma rede de relacionamentos com um grupo de pessoas que poderão exercer influência positiva em sua carreira. Atualmente, não basta apenas sermos competentes, é essencial que saibamos manter a nossa empregabilidade. Uma das ferramentas mais eficazes para isso é o network que, aliás, é mais do que uma ferramenta, é um hábito que bem desenvolvido poderá ajudá-lo a:

Marketing Pessoal: 10 razões para começar agora

Razões para Iniciar Agora seu Marketing Pessoal


A necessidade da gestão de carreira e da implantação de um plano de marketing pessoal está se tornando uma unanimidade. A maioria dos profissionais que temos conversado, sejam professores universitários, executivos ou empresários, concorda com a importância de se ter um plano de marketing pessoal para gerir suas carreiras. No entanto, apesar disto, poucos são aqueles que realmente conseguem transformar esta convicção em uma atitude prática.

Em função da falta de ação de muitos profissionais, resolvemos apresentar uma série de dez razões, todas importantíssimas, para motivar aqueles que ainda não resolveram desenvolver seu plano de marketing pessoal a fazê-lo agora. Já foi dada a largada para a corrida pelas melhores oportunidades de mercado, e quem não se antecipar acabará ficando para trás. Vamos às razões: